Advento e Maria

Viver plenamente o advento com Maria
O advento, um tempo privilegiado, nos permite redescobrir o imenso mistério da maternidade da Virgem Maria e seu papel de Mãezinha, na vida de cada um de nós. Resgatados, espiritualmente, nós podemos nascer do mesmo seio no qual Jesus foi concebido: o imaculado coração de Maria.
Nós desejamos entrar no maravilhoso clima do advento e usufruir plenamente a graça típica deste período litúrgico. Somos convidados a percorrer o caminho que conduz ao Coração da Mãe d'Aquele que, tão esperado, chega e, já tendo chegado, fica conosco para sempre: daí a o seu Nome “Emanuel”, “Deus conosco”.
Com Maria, vamos a Nazaré e de Nazaré a Belém. Caminho pavimentado de grande simplicidade, de grande humildade, de cuidadosa atenção para as menores coisas, onde nada se faz passar como previsto, mas onde cada coisa, nesta via, torna-se ocasião para que possamos dar graças a Deus. Sim, este itinerário chama-se “pequenez” e ninguém pode encontrá-lo se não abandonar as tortuosas veredas da autossuficiência.
Viver o Advento com Maria quer dizer, então, que devemos nos transmudar, voltando-nos para o que o mundo despreza e julga fraco; precisamente, a pequenez. No Evangelho, Jesus diz claramente: “Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como os pequeninos, de modo algum entrareis no reino dos céus”. (Mateus 18, 3)

Fonte: Um minuto com Maria

Komentarze