Przejdź do głównej zawartości

7 curiosidades sobre o Ano Novo


7 curiosidades sobre o Ano Novo
  A tradicional comemoração de Ano Novo esconde fatos curiosos e tradições um tanto inusitadas. Confira 7 dessas curiosidades:

1 – O Rèveillon é o feriado mais antigo do mundo.
2 – “Adeus, Ano Velho!” é a música mais famosa do Rèveillon brasileiro. Ela foi composta em 1951, por Chico Alves, com letra de David Nasser.
3 – Em Salvador, na Bahia, a festa de Bom Jesus dos Navegantes acontece no primeiro dia do ano. A imagem de Jesus Cristo cruza a baía de Todos os Santos acompanhada por centenas de embarcações ornamentadas.
4 – As promessas feitas na passagem de ano, tão comuns e tão descumpridas, não são uma tradição recente. Os babilônios já as faziam há 4 mil anos.
5 - O Ano Novo passou a ser comemorado no dia 1° de janeiro em 1582, quando as nações cristãs adotaram o calendário criado pelo papa Gregório VIII.
6 – O calendário gregoriano foi instaurado inicialmente, na França, Itália, Portugal e Espanha. Em países não-cristãos, ele foi adaptado às tradições e/ou adotado para uso civil.
7 – Em Talca, uma pequena cidade chilena, localizada a 255 km de Santiago, os moradores têm o costume de passar o Ano Novo no cemitério, junto aos familiares mortos. As portas do local se abrem sempre às 23h45 do dia 31 de dezembro, para que as pessoas possam virar o ano ao lado das tumbas.
Seja qual for o costume da sua família e/ou região onde mora, o mais importante é passar não somente o Rèveillon, mas o ano todo com Jesus e Maria!

Feliz Ano Novo!

Komentarze

Popularne posty z tego bloga

Diferentes numerações e tradução dos Salmos

Diferentes numerações e tradução dos Salmos Muitas vezes, encontramos em nossas Bíblias e nos folhetos de Missa dois números diferentes em cima de um Salmo. Um número está entre parênteses. E, em geral, a diferença entre os dois números não passa de um. Por que acontece isso? Precisa ser dito, por primeiro, que os Salmos foram escritos, originalmente, na língua hebraica. Assim chegaram a fazer parte das Sagradas Escrituras do povo judeu. Posteriormente, por sua vez, também os cristãos acolheram essas tradições – e, com isso, os Salmos – como suas Sagradas Escrituras, lendo tais textos como primeira parte de sua Bíblia, ou seja, como Antigo Testamento. “Antigo” indica, neste caso, simplesmente aquilo que existiu por primeiro.   A numeração diferente dos Salmos,

A BÍBLIA MANDOU E PERMITE O USO DE IMAGENS DE SANTOS

A BÍBLIA MANDOU E PERMITE O USO DE IMAGENS DE SANTOS Sobre o uso de imagens no culto católico, leia sua Bíblia em: Êxodo 25, 18-22;31,1-6 (Deus manda fazer imagens de Anjos); Êxodo 31,1-6 (Deus abençoa o fazedor de imagens) Números 21, 7-9; (Deus manda fazer imagem de uma Serpente e quem olhasse para a imagem era curado) 1 Reis 6, 18. 23-35; I Reis 7, 18-51; (O Templo de Jerusalém era cheio de imagens e figuras de anjos, animais, flores e frutos) 1 Reis 8, 5-11; (Deus abençoa o templo de Jerusalém cheio de imagens e figuras) Números 7, 89; 10,33-35; (Os judeus veneravam a Arca que tinha imagens de Anjos e se ajoelhavam diante dela que tem imagens) Josué 3, 3-8; (procissão com a arca que tinha imagens) Juízes 18,31 (Josué se ajoelha diante da Arca com imagens para rezar) 1 Samuel 6, 3-11; (imagens são usadas)

Magnificat - Cântico de Maria (Lc 1,46-55)

Magnificat - Cântico de Maria (Lc 1,46-55) Atenção!!! Em breve o novo livro do padre José Grzywacz, CSsR Magnificat: cântico revolucionário de Maria, a mãe de Jesus. CURSO DE MARIOLOGIA -  Pe. Eugênio Antônio Bisinoto C. Ss. R. Organização: Pe. Jozef Grzywacz, CSsR No canto de Maria (Lc 1,46-55), Lucas traz belíssimo hino em que Maria , cheia de fé, louva a Deus em sua vida, na história da humanidade e no povo de Deus. -    O Magnificat é o canto de Maria na casa de Isabel e de Zacarias, em que ela, cheia do Espírito Santo, proclama as maravilhas de Deus em sua existência e no povo. 1.    O canto de Maria foi denominado de Magnificat, primeira palavra na versão desse hino, significando engrandecer ou exaltar.